Jo 8:1-11 – Recriados pela Graça

Jo 8:1-11 – Recriados pela Graça

Gosto de refletir sobre essa história, e sempre que o faço, é um turbilhão de emoções. Imagine a cena: uma mulher, surpreendida em adultério, é levada até Jesus. A Lei ordena que ela seja apedrejada, mas o direito romano proíbe essa pena. E Jesus, com sua sabedoria infinita, questiona os acusadores: “Quem de vocês nunca pecou?”

Então, o silêncio é rompido apenas pelo som das pedras caindo, uma a uma, desde o mais velho até o mais jovem. Enquanto essa cena se desenrola, Jesus, calmamente, desenha na terra. E você já parou para pensar que isso pode ser uma reminiscência da criação? Lembra que do barro da terra, Deus moldou o homem? Aqui, temos uma mulher marcada pelo pecado e, diante de Jesus, parece que Ele está recriando-a bem diante de nós.

À medida que a última pedra cai, restam apenas Jesus e a mulher. Ele, a luz do mundo, não lança pedras, mas apenas derrama graça sobre ela. Suas palavras são poderosas e transformadoras: “Ninguém te condenou? Então eu também não te condeno. Vai e não peques mais.” Esse momento é tão profundo, pois vemos uma mulher antes manchada pela sujeira do pecado, agora restaurada pela graça de Jesus.

Muitos leem essa história e pensam: “Uau, que demonstração de graça de Jesus!” E, de fato, é. Mas, e se olhássemos essa história de uma perspectiva diferente? E se essa mulher representasse a igreja? Pense bem, quantas vezes a igreja, nós, nos desviamos, buscando outros interesses além de Jesus? E, com isso, quantas vezes as pessoas nos criticam, dizendo: “Eles se dizem seguidores de Jesus, mas não agem como Ele.” Isso me faz pensar em como Ghandi uma vez disse que gostava de Jesus, mas não dos cristãos.

Mas a beleza está em reconhecer que, independentemente das falhas e críticas, a mensagem de Jesus é constante: a graça está disponível, e Ele está sempre pronto para nos moldar e recriar. E assim como Ele disse àquela mulher, Ele nos diz: “Vai e não peques mais.” É uma chamada, não apenas para a redenção, mas para refletir a luz de Cristo em nossas vidas.

Vamos, então, abraçar essa luz e compartilhar a mensagem de graça e esperança que Jesus nos ofereceu desde o princípio.

Avatar de Diego Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diego Souza

Sou ministro na Igreja Holiness e amo escrever. Graduando em Letras pela UNIVESP, com Bacharel em Teologia pela UMESP e com pós em Novo Testamento pela EST, neste blog compartilho meus pensamentos sobre a vida cristã e o cotidiano, buscando conectar a fé com o dia a dia.