Sl 13: 1 – Sobre esperar em Deus

Sl 13: 1 – Sobre esperar em Deus

O Salmo 13:1 fala sobre a dificuldade de esperar em Deus, especialmente quando Ele parece estar em silêncio. É fácil sentir que Deus se esqueceu de nós e ceder ao desânimo e ao cansaço. No entanto, assim como Davi, podemos nos concentrar no amor de Deus e lembrar de Suas bênçãos passadas para nos mantermos firmes.

Escrito em 16 de abril de 2021

Palavra:

Até quando, Senhor? Para sempre te esquecerás de mim? Até quando esconderás de mim o teu rosto? Salmos 13: 1.

Devocional

Esperar em Deus nunca foi uma tarefa fácil, especialmente quando Deus fica em silêncio. Passam dias, semanas e até meses, e nossas orações parecem continuar sem resposta. Nessas situações, é tão fácil sentir que Deus se esqueceu de nós. E diante de nossas grandes preocupações, surgem tantos pensamentos ansiosos que se ampliam absurdamente à medida que Deus não nos responde. Nessa ocasião, o desânimo nos apresenta seu irmão, e ele se chama “cansaço”.

O cansaço se torna nosso grande inimigo, lutando conosco e fazendo parecer impossível enfrentar um novo dia. Ele fez exatamente isso com o Rei Davi. Lemos que o salmista se cansou enquanto esperava (v. 1) e se sentiu abandonado, como se seus inimigos estivessem ganhando vantagem (v. 2).

A verdade é que quando estamos esperando que Deus resolva uma situação difícil ou responda imediatamente às nossas orações tão manjadas e repetidas, facilmente nos vemos como Davi: desencorajados. E quando nos sentimos assim, o diabo vem e sussurra em nossos ouvidos que Deus se esqueceu de nós e que as coisas nunca mudarão. Dessa forma, somos tentados a ceder ao desespero. Afinal, por que eu deveria ir ao culto se Deus não me responde? E por que me preocupar em ler a Bíblia ou orar se Deus não está comigo?

A verdade é que você deve ir ao culto, ler a Bíblia, orar e fazer todas essas coisas porque serão essas coisas que o ajudarão a se manter firme no fluxo do amor de Deus e a torná-lo sensível à voz do Espírito Santo. Esse era o remédio de Davi. Em suas maiores angústias, ele se concentrava em tudo aquilo que sabia sobre o amor de Deus. Ele se lembrava de como Deus o havia socorrido e abençoado. Então, como resultado disso, lemos nosso salmista entregando um alto louvor ao Deus que nunca se esqueceu dele.

Assim como Davi, você também pode confiar no Senhor, mesmo que esteja enfrentando a crise mais longa de sua vida. Mantenha-se confiando no Senhor, orando a Ele, falando com Ele e deixando a Sua Palavra falar com você também. Lembre-se do que Ele já fez em sua vida. Apoie-se e agarre-se em Suas promessas.

Porque vale muito a pena esperar em Deus, pois o tempo de Deus é sempre o melhor tempo. E se eu puder lhe dizer uma última coisa, é para olhar para o Salmo 13 com um olhar diferente. Coloque a ênfase não apenas nos versículos 1 e 2, mas também nos versículos 3, 4, 5 e 6. Então, em vez de perguntar: “Deus, por quanto tempo devo esperar para que o Senhor responda a minha oração?” (v. 1-2), olhe também para os versículos 3 e 4 deste mesmo salmo e fale como Davi: “Senhor, ilumina meus olhos… Senhor, ilumina meus olhos para que eu possa ter a força para suportar a oposição” (v. 3-4).

Repare como, em seguida, Davi redireciona seu coração para confiar na misericórdia infalível, duradoura e graciosa de Deus. E agora, com uma nova perspectiva, cante desse amor e dessa salvação e cante ao Senhor com um alto louvor por todo bem que Ele tem feito (v. 5-6).

Deus te abençoe.
— — — — — — — — — —

Escrito por Diego Gonçalves.


Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos e familiares para que eles também possam aprender mais sobre o assunto. E não se esqueça de se inscrever em nossas redes sociais para receber mais conteúdo como este. Até a próxima!

Inspire-se com outros devocionais e reflexões no meu site.

© O Diário de um Jondô

Avatar de Diego Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diego Souza

Sou ministro na Igreja Holiness e amo escrever. Graduando em Letras pela UNIVESP, com Bacharel em Teologia pela UMESP e com pós em Novo Testamento pela EST, neste blog compartilho meus pensamentos sobre a vida cristã e o cotidiano, buscando conectar a fé com o dia a dia.