Homens meninos!

Homens meninos!

Às vezes, podemos perceber que alguns homens ainda parecem meninos em suas atitudes. Vou te contar um pouco sobre as características que mostram essa imaturidade, que acaba afetando quem está ao redor:

  1. Você já viu aquele cara que age como valentão? Seja com homens ou mulheres? Isso é sinal de imaturidade.
  2. E aquele que vive mentindo para sua parceira? Homens maduros têm palavra e a honram.
  3. Se ele é rude, não tem educação ou cortesia com os demais, ainda tem muito o que aprender.
  4. E não é só sobre palavras, sabe? Se ele se preocupa demais com a imagem, esquecendo da realidade, ainda tem um lado menino.
  5. Promessas quebradas, compromissos não honrados, lealdade faltante… é sinal de que ainda precisa crescer.
  6. Rir da humilhação alheia? Isso não é coisa de homem maduro, de verdade.
  7. E respeito é fundamental! Menosprezar mulheres, outros homens, pessoas de outras culturas… isso grita imaturidade.
  8. Manipulação, tramoias para se dar bem? Isso não é sinal de maturidade, mas sim de um ego imenso.
  9. E o “sabe-tudo” da sala? Que acha que só ele entende? Talvez ele precise de um espelho para crescer.

Conheço muitas mulheres que pensam: “Ele tem um bom coração, ele vai mudar”. Olha, não espere só pelo potencial de alguém. É importante olhar para o que ele já mostrou, sua história. Isso te dirá muito sobre o caráter dele, as escolhas que faz e como ele se relaciona com os outros.

Mas ó, tenho uma boa notícia! Conheço muitos homens buscando viver com integridade, autenticidade e caráter. Homens que tratam bem a todos, independentemente de quem esteja olhando. Por isso, sempre dê valor a quem demonstra maturidade e respeito no dia a dia.


Inspire-se com outros devocionais e reflexões no meu site.

© O Diário de um Jondô

Avatar de Diego Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diego Souza

Sou ministro na Igreja Holiness e amo escrever. Graduando em Letras pela UNIVESP, com Bacharel em Teologia pela UMESP e com pós em Novo Testamento pela EST, neste blog compartilho meus pensamentos sobre a vida cristã e o cotidiano, buscando conectar a fé com o dia a dia.