Samuel Wesley – o pai dos pais do metodismo

Samuel Wesley – o pai dos pais do metodismo

Samuel Wesley, que nasceu em 17 de dezembro de 1662, foi um personagem chave na história do metodismo, sendo pai de dois de seus líderes mais destacados, John Wesley e Charles Wesley.

Ele nasceu numa época conturbada na Inglaterra, após as guerras civis e durante a restauração da monarquia, e sua vida foi cheia de desafios e polêmicas desde o começo. Cresceu em meio a debates religiosos e políticos, iniciou seus estudos em escolas dissidentes, mas acabou indo para Oxford, onde se graduou no Exeter College e foi ordenado clérigo da Igreja da Inglaterra.

Em 1688, Samuel se casou com Susanna Annesley, uma mulher de uma família dissidente, que mais tarde se converteu à Igreja da Inglaterra. Juntos, enfrentaram desafios em várias paróquias até finalmente se estabelecerem em Epworth. Foi lá que Samuel foi nomeado reitor da Igreja de St. Andrew em 1697, e onde eles criaram seus filhos.

A vida em Epworth, entretanto, não foi fácil para os Wesleys. Eles enfrentaram forte oposição dos moradores locais, que não gostavam de suas convicções políticas e religiosas. Os habitantes de Epworth eram fortemente contra qualquer pessoa que fosse monarquista, conservadora ou acadêmica, características que Samuel Wesley tinha.

Os habitantes de Epworth tentaram de tudo para expulsar a família Wesley, prejudicando as colheitas, o gado, e se recusando a pagar dízimos. Um incêndio destruiu a casa onde os Wesleys viviam, e alguns rumores sugerem que foi iniciado pelos próprios moradores. Samuel Wesley chegou a ser preso por dívidas em 1705, agravando ainda mais a situação. Contudo, ele não desistiu e continuou seu ministério e sua escrita.

Samuel Wesley escreveu uma variedade de trabalhos, desde poesias até dissertações teológicas, mas não alcançou o reconhecimento que esperava. Ele defendia veementemente as “Sociedades”, grupos religiosos que enfrentavam desconfiança das autoridades da igreja. Infelizmente, ele ficou mais conhecido por deixar muitas dívidas para sua família após sua morte em 1735.

Apesar de todos os desafios, Samuel foi um pai dedicado. Ele teve uma grande influência em seus filhos, especialmente John e Charles, incentivando-os a buscar a Deus e proporcionando-lhes uma educação robusta. Suas cartas mostram um misto de orgulho e preocupação em relação ao futuro de seus filhos. Em uma das cartas para seu filho John, o Rev. Samuel expressa sua alegria ao parabenizar John por ter sido eleito membro do Lincoln College em Oxford.

Legado

Samuel Wesley viveu uma vida repleta de altos e baixos, vindo a falecer em 1735. Ele pode não ter sido o melhor dos pais, mas sua influência foi sentida por várias gerações e desempenhou um papel importante na história religiosa. E apesar de suas falhas, seu legado no metodismo, através de John e Charles Wesley, é incontestável.

Curiosamente, conta-se que anos depois, John Wesley retornou a Epworth e pregou sobre o túmulo de seu pai, possivelmente em homenagem a ele.

A verdade é que Samuel e Susanna talvez nunca tenham imaginado o quanto seus filhos, John e Charles, impactariam o século 18. No entanto, eles os encorajaram a buscar a Deus, proporcionando os meios para efetuar mudanças necessárias no mundo cristão que persistem até hoje e continuarão a ser sentidas no futuro.

Avatar de Diego Souza

Uma resposta para “Samuel Wesley – o pai dos pais do metodismo”

  1. […] em 18 de dezembro de 1707, ele era o terceiro filho sobrevivente e o décimo oitavo filho de Samuel e Susanna Wesley. Ele tinha menos de quinze meses quando a antiga reitoria em Epworth foi […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diego Souza

Sou ministro na Igreja Holiness e amo escrever. Graduando em Letras pela UNIVESP, com Bacharel em Teologia pela UMESP e com pós em Novo Testamento pela EST, neste blog compartilho meus pensamentos sobre a vida cristã e o cotidiano, buscando conectar a fé com o dia a dia.