1Sm 9:1-24 – Procurando Jumentas

1Sm 9:1-24 – Procurando Jumentas

Hoje começaremos uma nova série chamada “Do Trono ao Abismo: A vida do Rei Saul”, que é uma continuação da nossa série de mensagens no livro de 1 Samuel. Nos sermões anteriores, vimos que o povo de Israel pediu a Deus um rei, mesmo que isso não tenha agradado a Deus. A lição deste episódio é clara: tome cuidado com o que você pede, pois Deus pode atender.

Na última vez que estivemos em 1 Samuel, vimos que o povo queria um rei e Deus não estava feliz. Não pelo pedido de um rei, mas porque Israel queria ser como as outras nações. Então, a partir de agora, vamos ver o que acontece depois.

Vamos ler 1 Samuel 9:1-5

“Havia um homem de Benjamim, rico e influente, chamado Quis, filho de Abiel, neto de Zeror, bisneto de Becorate e trineto de Afia”. “Ele tinha um filho chamado Saul, jovem de boa aparência, sem igual entre os israelitas; os mais altos batiam nos seus ombros”. “E aconteceu que jumentas de Quis, pai de Saul, extraviaram-se. E ele disse a Saul: “Chame um dos servos e vá procurar as jumentas””. “Eles atravessaram os montes de Efraim e a região de Salisa, mas não as encontraram. Prosseguindo, entraram no distrito de Saalim, mas as jumentas não estavam lá. Então atravessaram o território de Benjamim, e mesmo assim não as encontrou”. “Chegando ao distrito de Zufe, disse Saul ao seu servo: “Vamos voltar, ou meu pai deixará de pensar nas jumentas para começar a preocupar-se conosco””.

Oração:

Senhor Deus,

Estamos aqui hoje para aprender mais sobre Ti e Tua Palavra. Obrigado por nos deixar nos reunir aqui como igreja. Por favor, ajuda-nos a entender o que vamos estudar hoje. Que nossos corações e mentes estejam prontos para ouvir e aprender. Ajuda-nos a aplicar o que aprendermos hoje em nosso viver diário. Que sejamos não só ouvintes, mas também praticantes do que Tua Palavra nos ensina.

Oramos tudo isso em nome de Jesus. Amém!


O foco hoje é na providência de Deus, que é como Deus cuida de tudo para o bem do Seu povo. Em 1 Samuel 9, vemos um exemplo claro disso.

Podemos entender essa história em dois níveis. No nível maior, Deus está preparando o caminho para Jesus através da realeza em Israel. No nível menor, Deus está agindo na vida de Saul. Mesmo que Saul não se torne um homem de Deus, ele terá todas as chances para ser um bom rei.

Isso nos ensina que Deus não age apenas nos grandes momentos, mas também nos pequenos detalhes da nossa vida. Então, vamos explorar mais essa passagem para entender melhor como Deus age em nossas vidas.

Hoje eu gostaria de falar sobre a forma como Deus cuida de tudo para o benefício de Seu povo. Em 1 Samuel 9, temos um exemplo claro dessa cuidadosa gestão de Deus. Teologicamente, podemos definir esses exemplos como a Doutrina da Providência de Deus.

Também podemos olhar para esta história de duas maneiras diferentes. De um lado mais amplo, veremos que Deus está preparando o terreno para a chegada do Messias, ao estabelecer uma linhagem de reis em Israel. É através dessa linha que Cristo, o Rei supremo, virá. Agora, ao olharmos de um ponto de vista mais focado, veremos Deus agindo especificamente na vida de Saul. E mesmo que Saul não se torne um homem segundo o coração de Deus, ele receberá todas as chances para se sobressair como o primeiro rei de Israel.

Assim, ao explorarmos como Deus trabalha na vida de Saul, aprenderemos lições importantes sobre como Ele também está presente em nossas vidas. Podemos pensar que Deus só age nos grandes eventos, mas 1 Samuel 9 nos mostra que Ele também está nos pequenos detalhes do nosso dia a dia.

Então, vamos começar a examinar este trecho da Escritura, enquanto tentamos compreender melhor a forma meticulosa com que Deus cuida de nós e como isso se reflete em nossas vidas.

1. A orientação de Deus

Os versículos 1-14 de 1 Samuel 9 estabelecem o cenário para nós, apresentando um dia que parece comum e até frustrante para Saul e seu servo. Eles estão em uma missão para encontrar alguns burros que desapareceram, tarefa essa designada pelo pai de Saul. À primeira leitura desses versículos, você pode se questionar sobre o motivo de Deus incluir um evento tão ordinário nas Escrituras. Qual seria a importância de uma busca por burros desaparecidos? No entanto, o que esses versículos realmente revelam é um exemplo da orientação de Deus, mostrando que Ele está ativamente envolvido até nos aspectos mais simples de nossas vidas.

A. Deus está trabalhando em sua formação familiar (1-2)

Em primeiro lugar, Deus está atuando no contexto familiar de cada um de vocês. Todos têm uma história e um histórico familiar que os conduziram ao ponto em que estão hoje. Pode ser que você goste ou não da sua origem familiar, mas asseguro que isso não é coincidência. Conforme lemos em Atos 17:26

“De um só fez ele todos os povos, para que povoassem toda a terra, tendo determinado os tempos anteriormente estabelecidos e os lugares exatos em que deveriam habitar”.

Deus colocou você em sua família por uma razão e está usando suas circunstâncias para cumprir seus propósitos em sua vida.

Da mesma forma, Saul, o personagem central de nossa passagem, não surge do nada. Ele também tem um contexto familiar que Deus nos revela nos versículos 1-2:

“Havia um homem de Benjamim, rico e influente, chamado Quis, filho de Abiel, neto de Zeror, bisneto de Becorate e trineto de Afia”. Ele tinha um filho chamado Saul, jovem de boa aparência, sem igual entre os israelitas; os mais altos batiam nos seus ombros”.

O pai de Saul, Quis, era um homem de posição na comunidade. A passagem deixa claro que a família de Saul era abastada — possuindo burros e servos — e que Quis era uma pessoa importante na comunidade. Saul era da tribo de Benjamim, a menor das tribos de Israel, situada estrategicamente entre as tribos do norte e do sul.

A origem familiar de Saul também teve impacto em sua estatura física. Ele era notavelmente alto, destacando-se entre os israelitas. Se houvesse basquete naquela época, ele facilmente faria parte do time.

Em outras palavras: Se a aparência física fosse um critério para ser rei, então Saul preencheria todos os requisitos. Saul é tudo o que Israel desejaria em um rei, mas, como veremos, ele não é o que Deus tinha em mente para o povo. É por isso que as coisas não acabarão bem para ele. Daí o nome da nossa série: “Do Trono ao Abismo: A Vida de Saul”.

C. Deus está trabalhando nas pessoas que Ele colocou ao seu redor (5-10)

Deus também está atuando nas pessoas que Ele colocou em sua vida. No caso específico de nossa passagem, Deus utilizou o servo que acompanhava Saul. Observemos agora os versículos 5-10:

“Chegando ao distrito de Zufe, disse Saul ao seu servo: “Vamos voltar, ou meu pai deixará de pensar nas jumentas para começar a preocupar-se conosco””. “O servo, contudo, respondeu: “Nesta cidade mora um homem de Deus que é muito respeitado. Tudo o que ele diz acontece. Vamos falar com ele. Talvez ele nos aponte o caminho a seguir””. “Saul disse a seu servo: “Se formos, o que poderemos lhe dar? A comida de nossas sacos de viagem acabou. Não temos nenhum presente para levar ao homem de Deus. O que temos para oferecer?”” “O servo lhe respondeu: “Tenho três gramas de prata. Darei isto ao homem de Deus para que ele nos aponte o caminho a seguir””. “”( Antigamente em Israel, quando alguém ia consultar a Deus, dizia: “Vamos ao vidente”, pois o profeta de hoje era chamado vidente”. ) “E Saul concordou: “Muito bem, vamos! ” Assim, foram em direção à cidade onde estava o homem de Deus”.

Saul estava desanimado com a busca e pronto para retornar, mas o servo sugere que visitem o vidente na cidade próxima. A palavra “vidente” era um termo antigo para “profeta”. Quando Saul argumenta que não têm nada para oferecer ao vidente, o servo novamente tem a solução. Ele possui algum dinheiro que pode ser usado como pagamento. O servo oferece a sugestão certa e dispõe dos recursos necessários para que a missão prossiga, exatamente como Deus havia planejado. Pode ser que você se questione sobre algumas das pessoas que Deus colocou em sua trajetória, mas esteja certo de que Deus está atuando por meio das pessoas que Ele posicionou ao seu redor.

D. Deus está trabalhando na cronologia dos eventos (11-14)

E, finalmente, Deus também está atuando na cronologia dos eventos. Vamos ler os versículos 11-14:

“Ao subirem a colina para chegar à cidade, encontraram algumas jovens que estavam saindo para buscar água e perguntaram a elas: “O vidente está na cidade? “” “Elas responderam: “Sim. Ele está ali adiante. Apressem-se; ele chegou hoje à nossa cidade, porque o povo vai oferecer um sacrifício no altar no monte”. “Assim que entrarem na cidade, vocês o encontrarão antes que suba ao altar no monte para comer. O povo não começará a comer antes que ele chegue, pois ele deve abençoar o sacrifício; depois disso, os convidados irão comer. Subam agora e vocês logo o encontrarão””. “Eles foram à cidade e, ao entrarem, Samuel vinha na direção deles a caminho do altar no monte”.

Então, enquanto estavam subindo a colina em direção à cidade, encontraram algumas jovens que saíam para buscar água naquele exato momento. Eles perguntam às jovens sobre o vidente, e elas podem fornecer instruções precisas para encontrá-lo. Acontece que o vidente acabou de retornar à cidade naquele dia. Saul e seu servo passaram três dias procurando jumentas, e ainda assim o momento é perfeito. Se tivessem chegado um dia antes, seria cedo demais; se tivessem chegado um dia depois, talvez fosse tarde demais. Como estão, chegam na hora exata para encontrar o vidente, que por acaso é Samuel, e que por acaso se aproxima deles no momento exato em que entram na cidade. Não só isso, mas eles chegam na hora certa para um banquete especial do qual nada sabiam.

Às vezes, o tempo parece errado em sua vida. Tudo parece fora de lugar, e você sente que está esperando eternamente para que as coisas se alinhem. Mas saiba que Deus está atuando até mesmo na estranha cronologia dos eventos em sua vida. Seu tempo pode estar errado, mas o tempo de Deus é sempre perfeito.

Deus está atuando em sua formação familiar, nas interrupções e contratempos de sua vida, nas pessoas que Ele colocou ao seu redor e na cronologia dos acontecimentos. Grande parte da vida pode parecer comum e rotineira, e é. Mas isso está bem, porque Deus está atuando até nos detalhes mais simples de sua vida. Assim como Saul estava em busca de jumentas, nem sempre podemos perceber, mas a mão de Deus que te orienta está presente em todo o percurso.

II. Uma Espiada nos Bastidores (15-17) – Provérbios 16:9, 20:24

Os versículos 1-14 da nossa passagem nos oferecem um exemplo da mão orientadora de Deus em nossas vidas, e em seguida, os versículos 15-17 nos proporcionam uma espiada nos bastidores. Estamos falando sobre a providência e o plano de Deus nesta tarde, e essa visão dos bastidores nos revela três coisas muito importantes sobre o plano de Deus para sua vida.

A. O Plano de Deus Precede as Suas Circunstâncias Atuais (15)

Em primeiro lugar, o plano de Deus precede suas circunstâncias atuais. Em outras palavras, você nunca entra em apuros para depois Deus ter que elaborar um plano. O plano de Deus já existe antes das suas circunstâncias atuais. Vejamos o versículo 15:

v15 – “No dia anterior à chegada de Saul, o Senhor havia revelado isto a Samuel”:

Saul e seu servo pensavam que estavam apenas procurando jumentos, mas antes mesmo de chegarem à cidade, Deus já havia revelado Sua vontade a Samuel. Você pode se perguntar o que está fazendo no momento presente, como chegou aqui e para onde irá a seguir. Tenha coragem. O plano de Deus precede suas circunstâncias atuais, e você pode confiar n’Ele para guiá-lo ao próximo passo.

B. O Plano de Deus é Maior que Você (16)

Em segundo lugar, o plano de Deus é maior que você. Vejamos o versículo 16, onde aprendemos o que Deus havia revelado a Samuel no dia anterior:

“Amanhã, por volta desta hora, enviarei a você um homem da terra de Benjamim. Unja-o como líder sobre meu povo Israel; ele libertará o meu povo das mãos dos filisteus. Atentei para o meu povo, pois seu clamor chegou a mim”.

Deus disse a Samuel que enviaria um homem para ser ungido como rei sobre Israel. Saul pensava que estava apenas procurando jumentos, mas Deus tinha planos maiores. O servo de Saul pensava que estava apenas viajando, mas Deus tinha planos maiores. As servas pensavam que estavam apenas tirando água do poço, mas Deus tinha planos maiores.

Veja, o plano de Deus é maior do que você ou eu. No caso de Saul, Deus estava preparando um rei para Israel em resposta à oração nacional. Três vezes no versículo 16, Deus enfatiza “meu povo”. O plano de Deus incluía toda a nação de Israel e sua libertação dos filisteus. Nem Saul, nem seu servo, nem as jovens do poço sabiam algo sobre isso. Saul pensava que estava apenas procurando jumentos, mas Deus estava construindo um reino. O plano de Deus é maior que você.

C. Deus Lhe Dirá o Que Você Precisa Saber Quando Precisar Saber (17)

E então, em terceiro lugar, Deus lhe dirá o que você precisa saber quando precisar saber. Veja o versículo 17:

“Quando Samuel viu Saul, o Senhor lhe disse: “Este é o homem de quem lhe falei; ele governará o meu povo””.

Quando Samuel viu Saul, Deus lhe disse que este era o homem. Deus informou a ele exatamente o que precisava saber no momento certo. Deus fará o mesmo por você. Sempre queremos todas as informações antecipadamente, mas Deus geralmente não opera dessa forma. No entanto, você pode se consolar em saber que Deus lhe dirá o que você precisa saber quando precisar.

É importante destacar nesta história que Samuel não escolheu Saul como rei — Deus o fez. Samuel é apenas o intermediário. No capítulo 8, o povo veio a Samuel pedindo a Deus um rei. No capítulo 9, Deus respondeu à oração deles, trazendo Saul a Samuel. Deus envia Saul a Samuel e prepara Samuel antecipadamente para a chegada de Saul. Samuel não escolheu Saul como rei; Deus o fez.

Agora, o caso de Saul é especial. Ele será o primeiro rei de Israel. Mas a providência de Deus não é apenas para reis, mas para todos nós. Provérbios 16:9 nos diz:

v9 – “Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos.”

A providência de Deus se estende a você também, e Deus está elaborando seu plano para sua vida.

Às vezes não compreendemos o plano de Deus. Tudo bem. Na verdade, é assim que deve ser. Provérbios 20:24 afirma:

“Os passos do homem são dirigidos pelo Senhor. Como poderia alguém discernir o seu próprio caminho”?

Em outras palavras, como você poderia entender? Você não tem a visão que Deus tem. Deus vê o quadro completo; nós vemos apenas uma parte. É claro que não vamos entender o plano de Deus.

Toda esta seção nos versículos 15-17 forma um aparte. Ou seja, você poderia realmente pular esta seção e ler do versículo 14 ao versículo 18 sem qualquer interrupção na narrativa. Esses três versículos não são necessários para acompanhar os detalhes da história, mas são essenciais para compreender o seu significado. Nem sempre conseguimos espiar os bastidores da nossa própria história, então nem sempre sabemos o que Deus está fazendo. Mas Deus está lá e está executando seu plano, e um dia veremos como tudo se encaixa. Esta espiada nos bastidores nos versículos 15-17 nos ensina que Deus está no controle de todas as coisas e está realizando seus propósitos em nossas vidas.

III. Um Compromisso Divino (18-24)

Finalmente chegamos à última seção desta passagem, que é um compromisso divino que Deus estabeleceu para Samuel e Saul. E há duas coisas que podemos aprender especialmente com esses versículos.

A. O Plano de Deus Muitas Vezes é Diferente do Seu (18-21)

Em primeiro lugar, o plano de Deus é muitas vezes diferente do seu. Veja os versículos 18-20:

“Saul aproximou-se de Samuel na entrada da cidade e lhe perguntou: “Por favor, pode me dizer onde é a casa do vidente”? ” “Respondeu Samuel: “Eu sou o vidente. Vá na minha frente para o altar, pois hoje você comerá comigo. Amanhã cedo eu lhe contarei tudo o que você quer saber e o deixarei ir”. v20 – “Quanto às jumentas que você perdeu há três dias, não se preocupe com elas; já foram encontradas.”

Saul vai até Samuel para perguntar-lhe sobre as jumentas. Mas antes que Saul pudesse dizer uma palavra, Samuel lhe diz que os jumentos já foram encontrados e o convida para um banquete. Em outras palavras, não se trata dos jumentos. Nunca foi. O plano de Deus era diferente do de Saul. (A propósito, isso daria uma ótima camiseta: “Nunca foi sobre jumentos.”)

Samuel diz a Saul: “Amanhã cedo eu lhe contarei tudo o que você quer saber e o deixarei ir.” Embora nunca nos seja dito o que estava no coração de Saul, Deus sabia disso e confirmou que Ele sabia disso através de Samuel.

Deus também conhece seus planos. Ele sabe o que está em seu coração. Algumas dessas coisas são boas e estão de acordo com seus planos. Algumas delas não são tão boas e precisam ser deixadas de lado. Mas não é encorajador saber que Deus conhece o seu coração, mesmo que os planos dele possam ser diferentes dos seus?

Samuel continua dizendo a Saul:

E a quem pertencerá tudo o que é precioso em Israel, senão a você e toda a família de seu pai? ” Saul respondeu: “Acaso não sou eu um benjamita, da menor das tribos de Israel, e não é o meu clã o mais insignificante de todos os clãs da tribo de Benjamim? Por que então estás me dizendo tudo isso? “

Samuel diz que todo o desejo de Israel se volta para Saul e sua família. Esta é a linguagem do rei. Israel desejava um rei, e agora Samuel revela que esse desejo será cumprido em Saul.

Saul ainda não está pronto para isso, então protesta: “Mas eu sou de Benjamim! Somos uma pequena tribo! E minha tribo é a menor de Benjamim!” Saul puxa a carta de Benjamim duas vezes nesses versículos, sem saber que Deus disse a Samuel que estava lhe enviando alguém de Benjamim.

Saul estava protestando contra o plano de Deus, mas, ironicamente, o protesto de Saul era na verdade uma confirmação de que o plano de Deus estava certo o tempo todo. Essa é a primeira coisa que aprendemos com esses versículos. O plano de Deus muitas vezes é diferente do seu.

B. O Plano de Deus é Sempre Melhor que o Seu (22-24)

Mas aqui está a segunda coisa: o plano de Deus é sempre melhor que o seu. Veja os versículos 22-24:

“Então Samuel levou a Saul e seu servo para a sala e deu a eles o lugar de honra entre os convidados, cerca de trinta pessoas”. “E disse ao cozinheiro: “Traga-me a porção de carne que lhe entreguei e mandei reservar””. “Então o cozinheiro pegou a coxa do animal com o que estava sobre ele e colocou tudo diante de Saul. E disse Samuel: “Aqui está o que lhe foi reservado. Coma, pois desde o momento em que eu disse: ‘Tenho convidados’, ela lhe foi separada para esta ocasião”. E Saul comeu com Samuel naquele dia”.

Saul recebe o assento de honra e uma porção especial de comida que foi reservada especialmente para ele. Acontece que toda essa festa foi organizada em sua homenagem. A porção especial para Saul foi reservada a partir do momento em que Samuel disse: “Convidei pessoas.”

Não sei qual é o plano de Deus para você. Nem sempre você consegue o lugar de honra ou a melhor porção de comida. Você pode não conseguir muitas das coisas que o mundo mais valoriza. Mas uma coisa eu sei: o plano de Deus é para o seu bem.

Deus diz em Jeremias 29:11:

“Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro”.

Estas palavras foram escritas originalmente para Israel, mas acredito que sejam aplicáveis a todos os crentes. Se você está em Cristo, Deus está trabalhando em sua vida para o seu bem e para a glória dele. Então sim, o plano de Deus muitas vezes é diferente do seu. Mas o plano de Deus é sempre melhor que o seu.

CONCLUSÃO:

Grande parte de nossas vidas consiste em eventos comuns do dia a dia que não parecem ter nenhum significado especial. Às vezes ficamos desanimados com as interrupções, distrações, frustrações e contratempos. Às vezes, você sente que está andando em círculos sem chegar a lugar algum. Em outras palavras, grande parte da vida é como procurar burros.

Saul pensou que estava apenas procurando burros, mas fazia parte de algo muito maior. Ele estava procurando jumentos e Deus estava construindo um reino. Às vezes, parece que também estamos apenas procurando burros. Mas também fazemos parte de algo muito maior. Nós também fazemos parte do reino que Deus está construindo.

Portanto, não desanime com a vida. Não fique frustrado com as interrupções e contratempos. Não desanime com a rotina diária. Cristo morreu por você para torná-lo seu. Você pode sentir que está procurando burros, mas Deus está construindo um reino, e você nunca sabe como Deus está usando sua vida e ações para Sua glória. Deus está trabalhando nos detalhes comuns da sua vida; então, tenha como objetivo servir e glorificar a Deus onde Ele o colocou.

ORAÇÃO:

Senhor Deus,

Nós nos aproximamos de Ti com corações humildes e gratos, reconhecendo Tua soberania e amor em cada detalhe de nossas vidas. Agradecemos por nos lembrar, através da história de Saul, que mesmo nas circunstâncias mais comuns e aparentemente insignificantes, Tu estás trabalhando para cumprir Teus propósitos divinos.

Senhor, muitas vezes nos encontramos desanimados e frustrados com os contratempos e interrupções da vida. No entanto, somos lembrados de que, assim como estavas com Saul, estás conosco, orquestrando cada momento para a Tua glória e para o nosso bem. Ajuda-nos a confiar em Teus planos, mesmo quando eles parecem divergir dos nossos.

Pedimos que nos dês a sabedoria para discernir Tua vontade em nossas vidas e a coragem para seguir Teus caminhos. Que possamos encontrar conforto e esperança na verdade de que Tu estás sempre no controle, mesmo quando não conseguimos entender completamente Teus planos.

Senhor, que nossas vidas sejam um testemunho vivo de Tua graça e misericórdia. Que possamos servir e glorificar-Te em cada situação, sabendo que fazemos parte de algo muito maior: o Teu reino eterno.

Em nome de Jesus Cristo, nosso Salvador e Senhor, nós oramos. Amém.


Por Diego Gonçalves

Gostou deste sermão? Então compartilhe com seus amigos e familiares para que eles também possam aprender mais sobre o assunto. E não se esqueça de se inscrever em nossa newsletter para receber mais conteúdo como este. Até a próxima!


© Todos os direitos reservados à BibliadeEstudos.com.br

Avatar de Diego Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diego Souza

Sou ministro na Igreja Holiness e amo escrever. Graduando em Letras pela UNIVESP, com Bacharel em Teologia pela UMESP e com pós em Novo Testamento pela EST, neste blog compartilho meus pensamentos sobre a vida cristã e o cotidiano, buscando conectar a fé com o dia a dia.