Gl 1:10 – Aprendendo a dizer não!

Gl 1:10 – Aprendendo a dizer não!

“¹⁰ Por acaso eu procuro a aprovação das pessoas? Não! O que eu quero é a aprovação de Deus. Será que agora estou querendo agradar as pessoas? Se estivesse, eu não seria servo de Cristo”. (Gálatas 1:10 – NTLH)

Reflexão:

Vivemos em um mundo onde sempre se espera que respondamos rápido a mensagens, e-mails e comentários. Se não o fizermos, podemos nos sentir culpados. Essa pressão constante pode ser exaustiva.

Mas imagine se você pudesse se libertar dessa pressão? Dizer “não” às expectativas dos outros e ainda ser uma pessoa boa e compreensiva. Isso é possível quando seguimos o exemplo de Jesus Cristo.

Jesus nos ensinou a não tentar agradar a todos. Ele mostrou aos seus discípulos como escolher o que realmente importa. Às vezes, as pessoas ao nosso redor querem que façamos coisas que não estão alinhadas com o que Jesus pede. Ele nos ensina a sempre colocá-lo em primeiro lugar.

Quando declaramos Jesus como nosso líder, somos livres da necessidade de aprovação dos outros. Isso nos torna mais tranquilos, pois sabemos que não é possível agradar todo mundo e Deus não espera que tentemos.

Como aplicar isso na vida diária? Comece dizendo “não” quando necessário. Não se sinta mal por não responder imediatamente a uma mensagem ou por desmarcar um compromisso. É importante escolher o que é mais importante para você.

Ser livre da aprovação dos outros não significa ser egoísta ou insensível. Na verdade, essa liberdade nos permite ser mais gentis e amorosos, porque escolhemos nossas ações baseadas no amor, não na pressão.

Então, quando se sentir sobrecarregado pelas expectativas dos outros, lembre-se de que você tem a liberdade de dizer “não”. E ao seguir Jesus, essa liberdade se torna ainda mais forte.

Conclusão

Em um mundo cheio de expectativas, é fácil se sentir pressionado. Mas como seguidores de Jesus, podemos escolher o que é mais importante e viver de acordo com a vontade Dele. Declarar Jesus como líder nos liberta da necessidade de aprovação dos outros e nos permite viver de forma compassiva e bondosa. Dizer “não” às vezes é necessário e saudável, e isso não nos torna egoístas ou insensíveis, mas sim livres para amar e servir genuinamente.

Por Diego Gonçalves.

Gostou deste post? Então compartilhe com seus amigos e familiares para que eles também possam aprender mais sobre o assunto. E não se esqueça de se inscrever em nossa newsletter para receber mais conteúdo como este. Até a próxima!


*Eu sou o Diego Gonçalves, teólogo e evangelista, e este é o meu blog www.diegon.org – “o Diário de um Jondô”. Aqui, reflexões teológicas diárias te esperam!

Todos os direitos reservados © O Diário de um Jondô S.B.CAMPO – SP

Avatar de Diego Souza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diego Souza

Sou ministro na Igreja Holiness e amo escrever. Graduando em Letras pela UNIVESP, com Bacharel em Teologia pela UMESP e com pós em Novo Testamento pela EST, neste blog compartilho meus pensamentos sobre a vida cristã e o cotidiano, buscando conectar a fé com o dia a dia.